quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

QUEM DEVE SENTAR E POR QUÊ?





Já tem a resposta?

Esta situação não é simples.

Ainda mais se você considerar que temos 1 homem sentado e 4 preferenciais.

A letra A é uma moça com bebê de colo.

Letra B uma idosa.

Letra C um homem com a perna quebrada e

Letra D: um zumbi? Como assim?

Se o zumbi quiser apenas sentar e ficar lá quietinho, melhor ceder o banco a ele... :)

Mas brincadeiras à parte.

Se nos depararmos com uma situação dessas na realidade (sem o zumbi, é claro), não cabe a apenas uma pessoa se levantar e sim, quantas forem necessárias para que todos os preferenciais possam se sentar e prosseguir viagem confortavelmente.


segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Acervo Espírita Procura Voluntários

Prezados amigos da Arte Espírita,

Essa semana começamos a divulgar um pedido de ajuda para conseguir novos voluntários para o site do Acervo Espírita na área de programação (PHP, CSS e Bootstrap).

Mas porque o Acervo Espírita precisa continuar forte? Vamos falar sobre?

No próximo dia 07 de Dezembro de 2017, o Acervo Espírita completará 7 anos de existência e nesse tempo foram divulgados aproximadamente 4000 músicas de quase mais de 1000 compositores de todos os estados do Brasil, além de resgatadas músicas antigas de compositores que atualmente residem fora do Brasil ou que já desencarnaram há muitos anos.

O Acervo Espírita é um site dedicado exclusivamente à Arte Espírita e por isso busca facilitar a divulgação bem como a facilitação do conhecimento musical fazendo com que os grupos jovens de todo Brasil possam fazer livre uso das mais de 2000 cifras cadastradas no site.

Em todo esse tempo tivemos mais de 1.000.000 de acessos, vindos de mais de 130 países, em todos os continentes, e por todos os que falam o nosso idioma Português.

O site continua crescendo e precisa alcançar novos patamares como o acesso através de novas plataformas entre uma inúmera gama de recursos para continuar sendo relevante e útil para os espíritas de hoje, de ontem e do amanhã.

Por tudo isso pedimos humildemente que mesmo que não possa nos ajudar, repasse essa mensagem aos seus contatos para que ela chegue cada vez mais longe e atinja seu objetivo de levar a arte e a Doutrina Espírita a cada vez mais pessoas.

Que Jesus abençoe a todos!!!

www.acervoespirita.com.br

Equipe Acervo Espírita: (contate via whatsapp)
Gabriel O. Mathias (idealizador) (28) 999944-6800
Roni Couto (programador) (11) 99610-4651
Luiz Cesar Faria (programador) (22) 98178-9193
Carla Fabiana (designer gráfica) (67) 9116-5881
Adriano Oliveira (divulgador) (67) 8163-7006
Emanuel "Ito" Albuquerque (divulgador) (61) 99974-4606
João Vitor Ferreira (músico e divulgador) (22) 99841-5264
Junior Freitas (músico e divulgador) (22) 99816-1829
Junior Vidal (músico e divulgador) (22) 99727-3151

Ajude-nos compartilhando essa mensagem para suas listas de contatos, nunca sabemos onde podemos encontrar um amigo para o trabalho.

Fonte: Acervo Espírita

MOMENTO E DESAFIO DA REFORMA ÍNTIMA


Muitos de nós gostamos de falar, de fazer prevalecer nossos pensamentos e nossas ideias.

Os que nos escutam têm dificuldade de nos ouvir porque também desejam fazer prevalecer seus pontos de vista.

Tudo isso porque o nosso ego ainda é demasiado grande e ainda nos faz crer que somos melhores que os outros.

✨ Enquanto esse for o sentimento geral, não nos reconheceremos como irmãos e não nos veremos como semelhantes, tornando difícil nossa convivência fraterna, o exercício do amor e das suas virtudes uns para com os outros e complicando a nossa própria vida futura. ✨

Porque todo bem que nos recusamos a fazer também nos será negado. Isso é da Lei Divina de Justiça.

💎 Ação e Reação.
💎 Causa e Efeito.
💎 Plantio e Colheita.

Aprendamos que o responsável pela nossa própria felicidade somos nós mesmos.

✨ Diminuamos o nosso ego e seremos grandes!!! ✨

Meta do Mês:
Combater a vaidade e o orgulho.

Meta do Dia:
Não queira considerar-se acima dos outros.

Amor ♥ e 🕊 Paz!!!


Cuiabá/MT, 04 de dezembro de 2017.
Fonte: Agenda da Reforma Íntima, Ed. Auta de Souza.

domingo, 3 de dezembro de 2017

3 de Dezembro: Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

O Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, 3 de dezembro, foi instituído 1992, em Assembléia Geral das Nações Unidas – ONU.  A data que tem por objetivo promover os direitos e o bem-estar das pessoas com deficiência em todas as esferas da sociedade e do desenvolvimento e para aumentar a conscientização sobre a situação das pessoas com deficiência em todos os aspectos da vida política, social, econômica e cultural, é de grande significado, pois promove a reflexão, manifestação, esclarecimento e mobilização para diversas ações referentes aos Direitos das Pessoas com Deficiência em nível mundial, nacional, regional e local.

Após 35 anos da instituição da data, ainda temos dados alarmantes sobre a exclusão social pelas quais passam as pessoas com deficiência. Segundo a Organização Mundial de Saúde em seu relatório de 2011, já então apresentava-se uma tendência de crescimento da população com deficiência, cerca de 1 bilhão de pessoas com deficiência, ou seja, cerca de 15% do total da população mundial.

Segundo dados apresentados no referido relatório, a ONU afirma que 80% das pessoas com alguma deficiência residem nos países em desenvolvimento. E, segundo a UNICEF, do total, 150 milhões, são pessoas com deficiência com menos de 18 anos de idade.

Outro dado importante em âmbito mundial é que cerca de 30% dos meninos ou meninas em situação de rua são crianças com deficiência e nos países em desenvolvimento 90% das crianças com deficiência não frequentam a escola. E, dos 10% restantes, apenas 45% (meninos) e 32% (meninas) completam a etapa equivalente ao nosso ensino fundamental, enquanto, nos países desenvolvidos, esse número corresponde a 60% dessas crianças. Entre as pessoas mais empobrecidas do mundo, 20% são pessoas com deficiência.

Cabe destacar que as mulheres e meninas com deficiência são particularmente vulnerabilizadas em relação a abusos, assim como são mais propensas a serem vítimas de violência ou estupro, e têm menor probabilidade de obter ajuda da polícia, a proteção jurídica ou cuidados preventivos.

Sobre a situação da violência nas zonas de guerra, por cada criança morta, três são feridas e se tornam pessoas com deficiência por toda a vida. Em alguns países, 25% das deficiências são devidas a ferimentos ou atos de violência, segundo a OMS. Além disso, mais de 50% das pessoas com deficiência não conseguem pagar por serviços de saúde.

Outro dado a considerar no relatório é que nos estudos comparativos das leis sobre pessoas com deficiência, constatou-se que apenas 45% dos países têm uma legislação anti-discriminatória ou que faça referência específica às pessoas com deficiência.

Quanto ao Emprego, são cerca de 386 milhões de pessoas com deficiência em idade de trabalhar, segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), sendo que há uma taxa de desemprego de 80% dessa população em alguns países.

Aqui no Brasil, conforme o IBGE, pelo último Censo (2010), o Brasil possuía 45,6 milhões de pessoas com alguma deficiência, cerca de 23,9% da população. Antes do Golpe ocorrido em 2016, vínhamos em um crescendo de direitos e políticas públicas voltadas à população com deficiência em nosso país.

Tivemos o Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência – Viver sem Limite, construído com a participação de diversos ministérios e do Conselho Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência (CONADE), para a concretização de políticas públicas dentro de quatro eixos: educação, inclusão social, acessibilidade e atenção à saúde.

Com o Viver sem Limite, iniciou-se um processo de promoção de acessibilidade nas escolas, implantação de salas de recursos multifuncionais, formação de professores e aquisição de ônibus acessíveis, dentre outras ações; implementação de adaptação nos projetos do programa Minha Casa Minha Vida; linha de crédito especial, com juros subsidiados para financiar a compra de equipamentos adaptados.

Desde 2011, a pessoa com deficiência que recebe o Benefício de Prestação Continuada (BPC) e ingressa no mercado de trabalho deixou de ser excluída do sistema. Caso demitida pode voltar a receber o benefício.

Na saúde passou-se à implementação de uma rede de cuidados que trabalha na qualificação e monitoramento das ações em saúde, desde exames feitos ainda na maternidade até centros especializados em reabilitação e oficinas ortopédicas.

Todos os avanços verificados no Brasil nos últimos 13 anos, passa a sofrer graves retrocessos, pelas Leis, Medidas Provisórias e PECs, que veem sendo propostas e aprovadas pelo Congresso, num verdadeiro Golpe contra a Classe Trabalhadora e por consequência contra o segmento das Pessoas com Deficiência.

A Emenda Constitucional n°95 que limitou os investimentos em saúde e educação pelos próximos 20 anos, afeta diretamente a população mais vulnerável e que mais precisa da atuação do Estado, como as pessoas com deficiência. A anti-reforma trabalhista e a terceirização que afeta diretamente a lei de cotas e a inclusão do trabalhador com deficiência no mercado de trabalho, impedindo sua inclusão e ascensão social, além dos ataques aos trabalhadores com deficiência que também serão atingidos com essa proposta de anti-reforma da Previdência.

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Prefeitura de São Paulo promove programação com mais de 100 atividades em comemoração ao Dia Internacional da Pessoa com Deficiência


Esportes adaptados, debates, rodas de conversa e capoeira inclusiva são ações que integram a celebração da data.

Os Centros Educacionais Unificados (CEUs) serão palco das atividades paradesportivas. No CEU Azul da Cor do Mar, serão disponibilizadas aulas de capoeira inclusiva, tênis de mesa e de artes marciais, como taekwondo e kung fu. Já no CEU Campo Limpo, apresentações de bocha paralímpica, goalball e vivências com cadeira de rodas e olhos vendados são algumas das atrações. Toda a programação esportiva faz parte da Virada Inclusiva 2017, maratona de ações organizadas pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

No sábado, 2, o Centro de Referência de Assistência Social (CREAS) Vila Mariana recebe exposição de produtos artesanais feitos pelos atendidos, além de grupos de conversa sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e demonstração de jiu-jitsu adaptado.

Já no domingo, 3, a Coordenação de Políticas para Idosos da Secretaria Municipal dos Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC) realizará oficinas de arte e inclusão da Pessoa com Deficiência no Processo Artístico e Terapêutico. A atividade acontece no Pólo Cultural da Terceira Idade, no Cambuci.

Os relógios de São Paulo divulgarão as datas comemorativas do mês, como o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência (3/12), Dia Nacional da Acessibilidade (5/12), o Dia da Criança com Deficiência (9/12), Dia Nacional da Acessibilidade (5/12), Dia Nacional do Cego (13/12). Além disso, os monumentos da cidade ganharão iluminação especial da cor flicts, um bege alaranjado inspirado no livro do escritor Ziraldo. Na obra, a coloração era considerada feia, frágil e aflita, pois “não tinha a força do Vermelho, nem a paz que tem o Azul", mas era a cor secreta da Lua

“O Dia Internacional da Pessoa com Deficiência é importante para chamar a atenção para os direitos e o dever de incluir essa parcela da população. A construção de uma sociedade inclusiva se dá no cotidiano, a partir de políticas públicas e da conscientização de todos os cidadãos”, afirma o secretário municipal da Pessoa com Deficiência, Cid Torquato.

A programação completa está disponível AQUI.

Serviços: Programação comemorativa do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência
Data: 2 e 3 de dezembro
Programação completa

terça-feira, 28 de novembro de 2017

MISSA COM RECURSOS DE ACESSIBILIDADE

No dia 03 de dezembro, é comemorado o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, instituído pela OUNU.

E, em ação de graças por esse dia e pelo trabalho desenvolvido em 2017, a Pastoral das Pessoas com Deficiência da Arquidiocese de SP, celebrará missa, com recursos de acessibilidade (interpretação em Língua Basileira de Sinais e áudio-descrição), para pessoas com deficiência auditiva e deficiência visual.

Há rampas de acesso ao local e equipe de acolhimento ao público em geral.

Venha participar conosco desse momento de confraternização.

Informações:

96235-2546 e 2888-8866

Pastoral dos Surdos leva palavra do Evangelho para deficientes auditivos...

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Dica de Leitura - ESTRELAS TORTAS (Walcyr Carrasco)


Marcella, uma garota bonita e cheia de vida, excelente atleta, sofre um acidente de carro e fica paraplégica.


A partir daí, desenvolve-se a narrativa de ESTRELAS TORTAS.
Cada capítulo traz o ponto de vista de um familiar ou de um amigo da moça (que também narra um dos capítulos) desse acidente que muda a trajetória da vida de toda a família.
Ao longo da narrativa, o autor também dá boas "alfinetadas" na falta de cuidado dos motoristas na direção, nas precárias condições de acessibilidade das cidades etc.
Um livro para ser lido por todos - principalmente pelas pessoa que têm ou convivem com quem tem qualquer tipo de limitação. E ninguém está livre disso.

Saiba mais!