quarta-feira, 25 de março de 2009

Ballet com Deficientes



O impossível não existe! Só é preciso força de vontade. A mulher não possui um braço e o homem uma perna, mas um compensa o outro. É uma linda dança, realmente emocionante!

5 comentários:

Éder Sanches disse...

Este vídeo nos prova que a deficiência não é um fator de exclusão, pelo contrário, ela aperfeiçoa ainda mais o desejo de viver.

Alessandra e Eduardo disse...

Olá, ÉDER!
Infelizmente, não é o que a imensa maioria das pessoas pensa.... Um dos nossos objetivos, com este BLOG, é tirarmos das pessoas esse preconceito ("pré-conceito" mesmo....)de que todas as pessoas com "deficiência" somos "COITADINHOS".....
Como você sabe, nossas deficiências não são das maiores....e mesmo assim sofremos preconceito.....Imagina o pessoal que tem limitações muito mais sérias...... Se não fosse esse "desejo de viver" que você citou.....O que seria de nós?:)

Abração!
Alê e Edu

adelson sobrinho disse...

A maior deficiência não está na incapacidade do uso de alguma parte do corpo, mas na incapacidade moral de alguns que não se dão ao mínimo trabalho de superar a si mesmos.
Adelson Sobrinho.

Anônimo disse...

eu queria saber se há uma escola de Ballet para cadeirantes em curitiba alguém pode me ajudar?

Lilian Toews disse...

Gostaria de ter contato com esses dançarinos, poderiam me contatar pelo e-mail? Há um evento que gostaria de convidá-los a participar em agosto. Grata. Lilian Toews - Psicóloga